23 de abril de 2017

A festa do Matias - Tinoni #2

A festa do Matias está a ser planeada integralmente por nós, o que implica uma logística dos diabos (tenho um documento do Word com três páginas e mil cores diferentes para me ir organizando!) e uma criatividade que decididamente não sabíamos que tínhamos. No entanto, há algumas coisas que decidi delegar: aluguei as mesas e os pufes, pedi os dispensadores de bebidas emprestados... E decidi comprar a comida já feita.

Encomendei o bolo à Rosa do Be Nice, Make a Cake. Vou fazer duas coisas em casa (as espetadas de tomate e queijo e as espetadas de fruta) e todas as outras comidinhas vêm dos nossos sítios preferidos (nhom nhom mini-bolas de Berlim com doce de leite da Sacolinha). O problema é que ontem descobri que a loja que vendia os meus brigadeiros preferidos de sempre (a Bolita, em Leça da Palmeira) fechou, e por isso estamos em risco de não haver brigadeiros dos céus!

Posto isto, preciso de uma ajudinha. Encontrei cinco locais que vendem brigadeiros em Lisboa, mas não conheço nenhum deles e não me parece exequível andar a provar os brigadeiros dos sítios todos (é pena). Alguém tem feedback destes sítios? Eu não estou à procura de ceninhas gourmet com brigadeiros de leite de cabra do Egipto com mel das flores dos Himalaias, só quero mesmo brigadeiros de chocolate negro que sejam deliciosos (assim na loucura até podem ser de chocolate de leite e branco também).

Cá vão os sítios:

* Nanda Brigadeiros
* Ponto Condensado
* Oh! Brigadeiro
* Pepa Doces
* Brigaderia Petit Delice

Se conhecerem sítios com brigadeiros dos céus no Porto também pode ser, os meus pais trazem-nos :D

Obrigada :D

19 de abril de 2017

Fazer o melhor pelos nossos filhos (este não é um texto sobre vacinas).

Sobre as vacinas, já muito se disse. Como profissional de saúde penso que será óbvio qual é a minha postura em relação ao assunto, e só lamento que sejam necessárias situações dramáticas como esta para que se discuta a importância de algo tão simples como a vacinação.

Não sendo este um texto sobre vacinas, não deixa de estar relacionado com o tema. Porque acredito sinceramente que, salvo algumas excepções (eu gostaria de dizer que são raras, mas tendo em conta a minha área de especialidade a verdade é que assisto a muitas merdas horríveis chatices), todos os pais fazem aquilo que acham melhor para os seus filhos.

E eu até empatizo com isto, a sério que sim. Se a vacinação é uma opção (que é), então abrimos a porta para que os pais possam optar. E quando o fazem, optam por aquilo que acham melhor para o seu filho. Se os pais acham que as vacinas são más, optarão de acordo com isso, independentemente de poderem estar a colocar em risco as outras crianças - afinal, como pais a nossa prioridade será sempre o nosso filho. E por isso, na minha opinião, há duas formas de combater esta questão: tornar a vacinação obrigatória e informar as pessoas. Informá-las mesmo, com tudo a que têm direito.

18 de abril de 2017

Florença 2017 #2

Eu sei que ando desaparecida, mas andamos em alta animação cá por casa (ou porque temos muito trabalho, ou porque estamos a planear um monte de coisas ao mesmo tempo, ou porque quando efectivamente temos tempo livre ficamos a cortar figurinhas do Star Wars para a festa do Matias (#nerdalert)... Enfim. Vamos fazendo as coisas com calma :) Aqui vão mais fotos de Florença :)

Ainda a vista do Duomo, 463 degraus depois :D

13 de abril de 2017

Florença 2017 #1

E começa então a foto-reportagem de Florença! Tentei ser resumida, mas já todos sabemos como eu tenho um grande problema na selecção das fotos (e quanto mais giro é o destino, pior!).

Fomos para Bolonha no voo das 8.45h da TAP. Apanhámos um táxi do aeroporto para a estação e fomos de comboio rápido até Florença, o que demorou uns quarenta minutos. Depois foi só pousar as malas no hotel e andiamo para o Duomo!

Pumbas, logo a primeira coisa que fiz mal cheguei a Itália: comer um geladinho da Venchi <3 Este é de amêndoa e caramelo e chocolate negro (não havia gelado de amarena, snif!)

8 de abril de 2017

Florença 2017 - O resumo! :D

Há cinco anos fiz uma viagem absolutamente memorável com os amigos do Pedro, e durante esses dias o Fábio passou o tempo todo a dizer 'eu só mereço coisas boas'. Depois disso a frase ficou, e na verdade é uma das frases que mais dizemos cá em casa.

Na semana passada fui a Florença em trabalho. E foram quatro dias bem intensos e cansativos, mas também incrivelmente deliciosos e fantásticos. Aprendi coisas novas, conheci novamente Florença (já lá tinha estado há dezasseis anos), comi, bebi e diverti-me.

Enchi a alma de coisas boas. Como mereço.








As fotos de Florença vêm aí! :D

28 de março de 2017

Somos sempre más mães para alguém.

Quando viajo com o miúdo, sou irresponsável por levá-lo e não ponho o meu filho à frente na minha lista de prioridades.

Quando viajo sem o miúdo, sou má mãe por deixá-lo e não ponho o meu filho à frente na minha lista de prioridades.

Quando viajo só com o Pedro e sem o miúdo, somos maus pais por deixá-lo e não pomos o miúdo à frente na nossa lista de prioridades.

Quando viajo com os meus amigos, estou a descurar o meu casamento. Se viajasse sem os meus amigos, estava a isolar-me deles desde que fui mãe.

Se deixasse de viajar, estava a anular-me como mulher por causa do meu filho.

Quando deixo o Matias com os meus pais, sou horrível. Quando deixo o Matias com o Pedro, sou horrível.

E gostava muito de vos dizer que estas vozes vêm de fora. Gostava de dizer que isto são opiniões idiotas das pessoas que me rodeiam, e que eu posso simplesmente encolher os ombros e ignorá-las. Gostava de vos dizer que são comentários anónimos de haters. Mas não são. São dúvidas dentro da minha cabeça. Eu sou a minha própria hater.

26 de março de 2017

Dez meses de Matias.

Tecnicamente são dez meses e meio :D Aqui vai a actualização do nosso patuscão :D

* Alimentação

08.00h: 270ml (!) de leite (e mais marchava se dependesse dele!);
11.30h (na creche): sopa, prato e fruta;
15.00h (na creche): iogurte quatro vezes por semana, papa caseira três vezes por semana;
18.00h (já em casa): sopa e fruta;
20.00h (antes da caminha): 270ml de leite (e mais marchava se dependesse dele!).

A transição para a sala dos 'bebés crescidos' trouxe a novidade de o Matias passar a comer a comidinha da creche ao almoço. Por um lado estávamos algo reticentes (há algo angustiante no facto do miúdo já não ser totalmente dependente de nós), mas por outro confesso que isto nos poupa imenso trabalho (porque as sopas duram agora o dobro do tempo e só precisamos de fazer pratos para o fim-de-semana!) :D

Disneyland Paris 2017 #4

E aqui vão as últimas fotos da Disneyland. Foi um fim-de-semana super giro, embora tenha sabido a pouco :D



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />