5 de março de 2014

Wedding Diary #12 - as FAQ

Para quem não sabe, FAQ é o acrónimo de 'Frequently Asked Questions' e é normalmente usado para responder às dúvidas mais comuns dos leitores. Como recebo vários comentários e mails sobre a logística do nosso casamento decidi fazer um esclarecimento global - espero que seja útil :)

1: Porquê em França?

Já vos tinha contado que a ideia inicial até era casarmos nas Fiji, mas as questões logísticas fizeram com que desistíssemos desta ideia. Acabámos por procurar sítios em Portugal, mas concluímos que não nos identificávamos com o estilo de casamento que normalmente acontece por aqui - muito impessoal, demasiadamente caro e com muita gente. Numa das nossas pesquisas encontrámos um château lindo e nem hesitámos :D

2: Mas o casamento vai ser em francês?

Na verdade vai ser em francês e português. Eu e o Pedro dominamos bem o francês, tal como alguns elementos da nossa família. As leituras e os votos serão feitos em português.

3: Como é o planeamento logístico?

É bem mais fácil do que se optássemos por casar cá. O château tem o seu próprio staff (wedding planner, chef, DJ, florista, decoradora, cabeleireira, maquilhadora, etc) e como estamos em contacto com todos eles via mail o entendimento é incrivelmente fácil: trocamos frequentemente fotos, sugestões e ideias, e tudo está a correr às mil maravilhas!

4: Mas isso não é super caro?

Honestamente? Todas as pessoas que conheço que já casaram gastaram mais dinheiro do que eu (algumas o dobro ou o triplo). Há várias razões para isto: o mercado dos casamentos em Portugal é altamente inflacionado, o nosso casamento vai ser pequeno e simples e além disso o próprio château tem preços extremamente competitivos.  Ninguém acredita quando eu digo isto, mas a verdade é que vamos casar por um preço bem mais simpático do que se o fizéssemos em Portugal.

5: Casar no estrangeiro é válido em Portugal?

No nosso caso decidimos fazer o casamento civil primeiro (cá em Portugal) e o religioso em França. Mas se optarem por casar no registo civil no estrangeiro basta pedirem esclarecimentos na Conservatória, porque é possível legalizar o casamento cá posteriormente.

6: Então porque é que vais casar no registo civil cá, e não em França?

Por duas razões: porque assim podemos meter a licença de casamento logo após o casamento civil (e aproveitar os dias para o casamento religioso e lua-de-mel) e porque França tem umas regras um pouquinho diferentes e mais complicadas em relação aos casamentos de estrangeiros (julgo que estará relacionado com o facto de ser um país com uma taxa elevada de imigração).

7: O casamento religioso no estrangeiro é válido em Portugal?

Sim. No nosso caso vamos ter uma cerimónia exterior - uma missa campal, no fundo. Os padres da paróquia onde fomos baptizados vão enviar a documentação necessária para a paróquia de Limousin, que depois se encarrega de enviar a certidão de casamento para cá.

8: Os convidados vão todos para lá? Não é complicado organizar isso?

Sinceramente não. Há convidados que vão de carro, outros de avião e outros de comboio. Como temos 'só' 35 convidados é fácil organizar tudo, até porque há inclusivamente pessoas que optaram por ir antes e passar umas pequenas férias :)

9: Como tens a certeza que vai tudo correr bem?

Não tenho. Mas no fundo isso acontece em todos os casamentos, mesmo os que são à porta de casa :D

E pronto, julgo que cobri todas as vossas dúvidas :) Se quiserem mais algum esclarecimento é só dizerem. Se quiserem tirar alguma dúvida enviem um mail (palavrasqueenchemabarriga@hotmail.com) e eu prometo que respondo :) Se quiserem dicas sobre casar no estrangeiro ou estiverem interessados em detalhes sobre o château (onde também dá para passarem um fim-de-semana bem romântico) digam! :D

Até amanhã :D

15 comentários:

  1. Sinceramente, já me tinham passado algumas dessas dúvidas a que respondeste, hehehe. Mas como não tenho nada a ver com isso, não perguntei. Acho que partilhar no blog o que queres e apenas isso. Mas gostei de saber!
    Mas já agora, vou aproveitar a deixa e perguntar: como tu já foste lá, por quanto fica assim uma escapadelazita de um fim de semana a esse chateau?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia Carla :) Faz parte do pacote os noivos terem uma visita grátis antes do casamento, e a verdade é que eles são muito simpáticos com isso (por exemplo vamos lá novamente no fim de Abril e também não vamos pagar nada) :) Mas se quiseres pergunto ;)

      Beijinhos :)

      Eliminar
    2. Oh, não é preciso perguntar...apenas curiosidade! :)
      Mas o teu casamento é o verdadeiro sonho de qualquer princesa!

      Eliminar
  2. Eu fiquei esclarecida! Mas o que realmente interessa é que seja um dia inesquecível para os noivos, pois com o passar dos anos vão recordar muitas e muitas vezes o dia do vosso casamento. um beijinho grande grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tenho a certeza que vai ser um dia fantástico :D Tenho é de me controlar, sempre que penso nessas coisas dá-me sempre para chorar de emoção :D Acho que vou ser uma noiva chorona ;)

      Beijinhos :D

      Eliminar
  3. Olá,
    Gostava de ver fotos do château e já agora o site. Fiquei curiosa!
    Bjs Lua

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lua!

      Envia-me um mail e eu respondo-te com os detalhes que quiseres :)

      Beijinhos!

      Eliminar
  4. Oláaaa :D
    Eu já tinha pensado nalgumas dessas perguntas, mas dava-me vergonha perguntar :P
    Fiquei contente de saber estas "curiosidades" e pode ser que um dia te pergunte algo mais ahahahahahah
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Engraçado com um casamento em França sai mais barato do que em Portugal :) Mas de certeza que será mágico pelo sítio que escolheram!

    ResponderEliminar
  6. A única coisa que me mete confusão é o dinheiro que as pessoas têm de gastar a viajar para o vosso casamento... mas se falamos de apenas 35 pessoas, devem ser pessoas muito próximas, pelo que certamente o fazem com todo o gosto!

    ResponderEliminar
  7. Antes de qualquer outra coisa parabéns pelas tuas fantásticas receitas! :D ás vezes juro-te que me babo! Depois parabéns pelo casamento! Olha acho que tiveram uma ideia fantástica. Eu, quando chegar o dia, também não quero nada ter um casamento daqueles enormes, os "normais". Não me identifico nada de nada com festas gigantes, em que vão os vizinhos, os tios afastados, os primos, primas, amigos de pais, entre outros. Já para não falar da seca que é esperar 2horas para comer, e aquelas pausas intermináveis. Depois nesses casamentos, sinceramente, os noivos pouco ou nada aproveitam o dia. A tua festa de certeza que vai ser muito mais intimista e de certeza que será marcante. Espero que vás pondo aqui sempre as novidades da tua festa!

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pelas respostas! Fiquei de facto curiosa quanto às especificidades do teu casamento.. mas o importante é que gostes!!!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Olá Joana :)
    Eu tenho uma curiosidade, mas não é sobre o casamento :P
    Quando é que começaste a cozinhar "a sério"? Isto é, quando é que foi a tua primeira incursão na culinária em que tivesses pensado "elá, se calhar tenho jeito para isto, que tal levar isto a sério?" Ou foi um hobby que se foi desenvolvendo normalmente numa paixão imensa?

    ResponderEliminar
  10. Acho muito romântica a ideia de um casamento mais íntimo e acolhedor, seja em França ou por cá. Assim só está quem realmente é importante, e não a tia avó do primo com quem falámos uma ou duas vezes, só porque "é família" e "parece mal" não convidar. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Acho que realmente é muito 'industrializada' a maneira como se fazem os casamentos cá. Claro que ficam caros, a maioria das pessoas quer alimentar 500 burros a pão de ló (ou lagosta.).
    E só pelos detalhes do casamento... Que coisa mais acolhedora! Com as fotos fiquei mesmo com a ideia de que ia ser tremendamente giro :) eu já fico meio estupidamente entusiasmada só de ver as tuas fotos/etc., deves estar com o coração aos pulos (cuidado, termo altamente médico.) :)
    Não sei porquê, mas FAQ tem alguma piada. Acho que é porque as próprias pessoas fazem as perguntas e fica estranho :) mas também é muito informativo.
    Não sabia que falavas bem francês, eu não sei nadinha... mas acho que é uma língua gira :P e do país tenho a ideia que é mesmo giro, também! (Tenho vindo a reforçar essa ideia... Haha)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />