15 de novembro de 2012

Risotto de frango com vinho tinto, ou a confort food perfeita depois de um dia longo :)

Quando eu comecei a viver sozinha a única coisa que sabia cozinhar era arroz branco. Nunca tinha feito ovos mexidos ou um bife grelhado, e nunca tinha sequer ido às compras sozinha (sim, eu era uma tristeza). Os meus pais não pareciam muito optimistas com o prognóstico da minha situação, mas após algumas semanas diceis e ricas em refeições à base de Chocapics comecei a aprender a cozinhar algumas coisinhas básicas.

Quando eu comecei a namorar com o Pedro ele estava na mesma situação, e foi assim que durante alguns meses trazíamos muitas refeições de casa, comíamos fora e fazíamos pratos muito simples com o (pouco) que havia no frigorífico.

Os primeiros pratos mais elaborados que aprendemos a fazer foram o esparguete à bolonhesa (ainda hoje o meu prato preferido!), o empadão de carne e o arroz de frango no forno.

Por mais que tente nunca conseguirei descrever quão perfeito era o nosso arroz de frango no forno. Bastava juntar arroz, frango, louro, pimentão-doce e um caldo knorr e as minhas papilas gustativas cintilavam de alegria, e ainda hoje recordo a sensação de felicidade plena que sentia em cada garfada

Hoje o nosso arroz de frango no forno mudou: tem mais especiarias, já não leva caldo knorr, é feito mais depressa por mãos mais experientes. Mas não deixa de surtir em nós o mesmo efeito: isto sim é confort food no seu melhor :D 

Este foi um arroz de frango diferente. O meu plano era fazê-lo como um risotto (à semelhança do que fiz aqui), mas como tínhamos meia garrafa de vinho tinto que sobrou do coq au vin decidi fazer um risotto com vinho tinto :D

 

Risotto de frango com vinho tinto 

Ingredientes (para duas pessoas):

* Arroz arbóreo (fazemos sempre a olho);
* Uma chávena de vinho tinto;
* Azeite q.b.;
* Cebola picada (usei congelada); 
* Alho picado (usei congelado); 
* Ervilhas (usei congeladas);
* 200g de peito de frango cortado aos cubos; 
* Um litro de água;
* Pimentão doce, paprika e uma pitada de sal.

Confecção: 

* Aquecer a água com o sal; 

* Fazer um refogado com o azeite, o alho e a cebola; 

* Adicionar o arroz e deixar fritar, mexendo sempre até ficar translúcido; 

* Adicionar o vinho tinto

* Quando o vinho tinto evaporar juntar aos poucos a água, deixando sempre a água ser absorvida pelo arroz antes de deitar mais um pouco; 

* Deixar cozinhar a gosto, mexendo sempre; 

* A meio da cozedura juntar os pedaços de frango e as ervilhas e deixar cozinhar.


 

Este fica um arroz de frango muito simples mas muito saboroso :) O vinho tinto dá-lhe um toque (e uma cor) muito interessante e diferente, e esta foi mesmo uma refeição ideal para recuperar forças depois de um dia complicado.

O estágio de Pediatria não está a ser nada fácil: estou num ramo específico que lida com crianças com dificuldades de desenvolvimento e passo o dia em consultas com crianças autistas, com perturbações do comportamento, com deficiências ou com atrasos. Esta está a ser uma semana pesada e triste, e é por causa disso que tenho feito tantas receitas nos últimos dias - cozinhar é a minha forma de relaxar e de me abstrair de tudo :)

Até amanhã! :D

22 comentários:

  1. Olá Joana,
    Gostei imenso de ler a tua história...demonstra que és uma pessoa simples.
    Gostei do teu arroz, é simples e tem ar de sofisticado com essa cor diferente.
    Espero que corra tudo pelo melhor no teu estágio. beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Ficou com um aspecto delicioso...adoro
    beijinhos,
    Addicted
    http://cookaddiction.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. :(
    não deve ser um estagio facil, mas acredito que tu dês o que tens de melhor, e que essas crianças se sintam bem ctg!!!
    Espero que recuperes muita força no fim-de-semana, que está quaseeee aí!

    Adoro risotto (apesar de só ter comido em casa feito por mim :/ não sei se é assim nos sitios especializados nisso) e acho que o arroz é mesmo confort food :)

    E afinal saíste uma optima cozinheira :D

    Beijinhos grandes, e um xi-coração.
    ****

    ResponderEliminar
  4. Olá :)
    Oh, não posso dizer que imagino o difícil que esteja a ser o estágio porque não imagino. Espero que a tua comida maravilhosa faça da sua "magia" e te ajude a relaxar e te conforte. Verdade seja dita, não há quase nada tão reconfortante como essa comida especial que nos aquece por dentro :)
    Beijinhos e bom resto de semana*

    ResponderEliminar
  5. tem um ar diferente mas aposto que é muito bom... adoro o novo nome do blogue!!

    ResponderEliminar
  6. Olá Joana,

    Todos nós começamos sempre assim, sem nem saber estrelar um ovo! :) Mas depois, o gosto vai aumentando...

    Quanto ao estágio, infelizmente é a realidade, e custa, mas tem de se ter sangue frio, ou, mas pelo menos, julgo que torna as pessoas mais sensiveis às diferenças, e a relativizar tudo!

    E esse arrozinho, bem...deve ser uma MARAVILHA...Nunca comi assim, mas não me importaria :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana!
    O risoto tem muito bom aspeto, mas não sabia muito a vinho? Eu como não gosto de vinho tinto estou com o pé atrás, mas até acredito que seja bom :)
    Espero que a semana acabe bem para ti! Um beijinho grande*

    ResponderEliminar
  8. Nunca fiz um risotto mas ando com muita vontade de fazer.
    Gostei do teu ficou com muito bom aspecto .
    bj

    ResponderEliminar
  9. como te compreendo, no meu último ano também fiz estágio em neurodesenvolvimento e todos os dias vinha para casa com um aperto no peito... não é fácil...
    quanto ao risotto, tem uma cor estranha, parece arroz de cabidela ;p mas para mim tudo o que leve frango é delicioso, eu adoro :) beijinho e calma, amanha já é 6a feira :)

    ResponderEliminar
  10. Olá Joana,
    o seu risotto ficou com uma cor linda, imagino o sabor
    com estes ingredientes, bom demais!

    Beijinhos ♥

    ResponderEliminar
  11. Olá Joaninha

    O teu estágio não deve estar a ser muito fácil, mas a realidade da vida é essa. Pensa nos pais que durante uma vida inteira lidam com uma situação dessas...

    Pois todos começamos sem saber nada, mas grelhar um bife e fazer ovos não me lembro quando aprendi, mas foi cedo, a evolução depois é que não foi muita... :-)

    O meu marido não sabe fazer NADA mas mesmo NADA na cozinha...A mãe não lhe ensinou nadinha e ele nunca consegui aprender apesar de ter vivido 5 anos sozinho em Lisboa...Acho que nunca vai aprender...

    Beijinhos e uma boa sexta-feira

    ResponderEliminar
  12. olá

    obrigada pela visita!!

    estive a ver o teu blogue e gostei muito :)

    vou voltar

    smsn.artes

    ResponderEliminar
  13. Olá! Não deve ser nada fácil não... Ainda bem que tens uma terapia boa, que te permite recarregar energias!
    Nunca comi arroz assim com essa cor! Por causa do vinho nem parecia arroz na foto, parecia-me feijão! :) Não sou fã de risotto, mas não duvido que esteja delicioso, as usual... ;)

    Beijinhos!****

    PS: Rajastão? Engraçado, nunca me ocorreria, mas depois de teres mencionado consigo ver o apelo! :)

    ResponderEliminar
  14. hmmm, que aspecto divinal! sem dúvida, a verdadeira comfort food =)!
    Imagino que um estágio assim seja bem mais complicado e puxado emocionalmente, força Joana =)! quanto ao cozinhares mais, nós agradecemos x)
    beijinho*

    ResponderEliminar
  15. Pois .. nao é nada facil ver assim aquelas crianças todas..imagino o quanto destroçada devas andar :S *********
    Fazes bem... cozinha...parece que as coisas melhoram XD
    Beijinho**********

    ResponderEliminar
  16. o que te posso dizer...?
    por cá está um dia medonho, com muita chuva e vento, e um prato destes era tudo o que eu precisava!

    ResponderEliminar
  17. Nunca fiz risotto com vinho tinto... realmente o aspecto é outro :) Boa sugestao!

    ResponderEliminar
  18. Joaninha,
    A isso se chama : "crescimento e evolução".
    Pomos a conversa em dia amanhã :) e espero que te animes. Estou com saudades de "falar" contigo (my fault!)!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />